quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Paraíso astral

4 dias pra 24. 
Um ano depois de ter postado que o Cushing se foi. 
Sei que já devo ter comentado que não gostaria mais de falar sobre isso, porque é uma coisa que já passou e tals... mas sim, ainda repercute: 16 kg a menos (e diminuindo a cada semana).
Cada quilo a menos eu percebo o quanto isso me incomodava e como estou bem agora.
É uma coisa incrível como as pessoas são preconceituosas sem perceber, já ouvi muito "Nossa, Rafa, como tu emagreceu, tá bem bonita agora!" Tipo, ah, obrigada por dizer que eu estava horrorosa antes. É claro que a gente se importa pouco com o passado, quando está se sentindo linda e magra, mas é uma coisa para refletir. Quantas vezes a gente perde a oportunidade de elogiar uma pessoa, mesmo que ela não tenha emagrecido? Quando eu estava redonda, ou seja, quando eu mais precisava de elogios, ninguém falava nada. Hoje, que me sinto bem, que me acho linda quando me olho no espelho, algumas pessoas soltam a máxima... (Claro que eu gosto de elogios e não tô fazendo pouco caso, podem me elogiar, me chamem de linda e maravilhosa o tempo todo, obrigada!) 
Recebo muitas perguntas e e-mails de pessoas que têm, ou tiveram cushing, ou estão fazendo exames porque têm suspeitas... Cada organismo reage de um jeito, cada pessoa pode desenvolver o cushing por motivos diferentes, o meu foi o tumor hipofisário (que continua lá na hipófise, minúsculo, mesmo depois de 3 cirurgias), mas existem outras possibilidades, eu não sou especialista, mas sei como é se sentir sob efeito de uma droga foda: o hormônio, cortisol. Enfim... às vezes a gente conhece pessoas e nem faz ideia o que elas passam e sentem, mas todo mundo precisa de coisas boas, companhias boas e pessoas do lado que deem apoio.

A questão é simples: elogiem mais! Além de fazer alguém feliz, te traz bem estar também! :)

Não costumo postar fotos aqui, mas para ilustrar a diferença dos meus longos anos cushingnianos e os recentes sem o cortisol extra, eis a comparação:
Primeiras fotos: Dona Lua Cheia
Últimas fotos: Rafaella! ;)




------------------
Update: Para quem perguntou por que eu me autointitulei "Dona Lua Cheia", é porque o nome do sintoma, do cushing, que deixava meu rosto redondo assim (de inchaço) é: face de lua cheia. E sim, eu não me reconhecia quando me olhava no espelho, mas isso já está explicado em outros posts. Boa leitura! ;)